COM QUE FREQUÊNCIA DEVE DIGITALIZAR AS SUAS NOTAS MANUSCRITAS?

O que nos agrada na aplicação SCRIBZEE® é o facto de nos deixar ser tão espontâneos quanto desejarmos quando tiramos apontamentos, com a certeza de conseguirmos aceder ao nosso conteúdo digitalizado em qualquer lugar e a qualquer momento.

É um processo de dois passos: 1/ escreve notas; 2/ digitaliza-as.

Portanto, a pergunta é: quando é o melhor momento para digitalizar as suas notas? Assim que tiver terminado de tirar notas ou em qualquer outro momento? Existe uma frequência ideal?

Para responder a estas perguntas, vamos ponderar os pontos a favor e contra específicos de cada método.

Digitalizar “no momento” no final de cada sessão de apontamentos

Por outras palavras, mesmo antes de deixar a sala de reuniões ou a sala de aulas, digitaliza as suas notas manuscritas com a aplicação SCRIBZEE® no seu telemóvel.

Vantagem rápida n.º 1: para as suas notas serem utilizáveis mais tarde, devem ser legíveis e compreensíveis para o seu “Eu Futuro”. Portanto, se vai relê-las já ali, preencha quaisquer lacunas e reescreva rapidamente qualquer coisa que possa simplesmente ter delineado ou apontado. Gastar um minuto ou dois a esclarecer as suas notas enquanto ainda são recentes irá ajudá-lo a memorizar o conteúdo e a torná-lo mais eficiente.

Vantagem rápida n.º 2: entra no hábito de “escrever/digitalizar”. A coisa boa em relação a um hábito é que não tem de pensar nele: significa menos uma coisa de que o seu cérebro tem de se lembrar. Assim que se torna um hábito, não se pode esquecer dele.

Vantagem rápida n.º 3: pode partilhar o conteúdo do seu caderno com colegas logo de seguida, utilizando a funcionalidade de partilha da SCRIBZEE®.

Desvantagem: se tiver reuniões ou lições seguidas, poderá sentir que não pode dispensar o minuto ou dois que demora a digitalizar as notas que acabou de tirar*.

Fazer todas as suas digitalizações de uma vez

Escolhe uma altura conveniente para digitalizar as notas que tirou ao longo de um determinado período de tempo, tudo de uma vez, utilizando o seu telemóvel e a SCRIBZEE®.

Vantagem rápida n.º 1: pode ler as suas notas depois de uma boa noite de sono antes de as digitalizar. Isto dá-lhe oportunidade de as expandir, preencher lacunas e selecionar o que vale mesmo a pena digitalizar.

Vantagem rápida n.º 2: digitalizar em paz página após página de notas pode ser bastante relaxante, como qualquer atividade que não requer muita concentração. Especialmente porque as imagens digitalizadas com a SCRIBZEE® são excelentes qualidade logo desde o início: não são necessários retoques.

Vantagem rápida n.º 3: fica com uma imagem completa de tudo o que se passou desde a sua última digitalização: uma boa oportunidade para se distanciar e rever como as coisas estão a correr.

Desvantagem: poderá ter alguma dificuldade em reler as suas notas ou contextualizá-las. Algumas pessoas acham que a monotonia da digitalização faz com que a adiem.

Com que frequência deve digitalizar as suas notas se digitaliza por lotes?

Se esperar demasiado tempo entre duas sessões de digitalização com a SCRIBZEE®, poderá achar a operação um pouco longa devido à pilha de páginas a digitalizar. Temos tendência a adiar qualquer coisa que consideremos demorar demasiado tempo. Porém, se continuar a adiar, em breve vai dar por si com parte das informações no papel e a outra parte já digitalizada na sua cloud Oxford, o que pode tornar-se confuso!

É por isso que eu recomendaria nunca deixar passar mais do que uma semana entre duas sessões de digitalização, caso escolha este método.

Resumindo, para decidir com que frequência deve digitalizar as suas notas manuscritas, o truque é escolher que método lhe permite ter a certeza da qualidade das suas notas (quando é a melhor altura para ler as minhas notas: imediatamente depois de as tirar ou mais tarde?) sem sentir que a digitalização está a demorar demasiado tempo (logo a seguir, para ficar logo feito? Ou todas as tardes de domingo, às 19:00?).

*Claro que temos de sublinhar que, se tem tempo para um café, tem tempo para digitalizar…