Comece bem o seu ano na universidade!

Se começou agora o seu ano na universidade, deixe-me que lhe diga que tudo vai ser diferente agora!

Depois de se ter habituado a imensa orientação na escola, vai ter de lidar com uma independência recém-conquistada e, mais importante, muito mais quantidade de informação. A chave para o sucesso é entrar em bons hábitos de trabalho e de organização logo desde o início.

 

  • Não se deixe atrasar

Pode parecer fácil, mas ir a palestras é, por vezes, um esforço quando se é estudante. Com os avanços na tecnologia digital, muitas palestras estão agora disponíveis online e poderá ser difícil obrigar-se a sair da cama. Porém, nada substitui a escuta com atenção e tirar notas. Portanto, um conselho: lembre-se de pôr o despertador!

  • Planeie a sua revisão

Desde o início do ano, irá trabalhar, em média, oito horas por dia. Isso inclui não apenas o tempo das aulas, mas também o tempo passado a trabalhar sozinho. É importante obrigar-se a manter esta rotina, portanto tranque as suas sessões de revisão no seu horário: tutoriais, biblioteca, em pequenos grupos de dois ou três… Rever com outros estudantes é uma boa forma de chegar ao fundo de noções que poderão estar um pouco confusas. Com a SCRIBZEE, pode tornar essas sessões de trabalho ainda mais eficientes, partilhando as suas discussões com o seu grupo de amigos por e-mail ou nas redes sociais.

  • Não salte nenhuma disciplina

Esqueça os pesos das diferentes disciplinas! Concentrar o seu trabalho nas disciplinas com os coeficientes mais elevados é uma aposta muito arriscada. Trabalhe em todas as suas disciplinas, não salte nenhuma: é a melhor forma de conseguir aquelas notas extra que poderão dar jeito no final do ano.

  • Utilize várias fontes

As palestras universitárias estão repletas de informação e vai ter de assimilar muito. Por vezes, pode ser difícil apontar e lembrar-se de tudo. A melhor tática é complementar as suas palestras lendo livros de especialistas na disciplina ou teses de estudantes, que pode encontrar na biblioteca da universidade, ou mesmo ver filmes, caso saiba que são precisos em termos históricos.

  • Faça notas à mão para ajudar à memorização

Para melhores resultados, nada bate a frequência regular de palestras e tirar notas num bloco de notas. Não se esqueça de que se lembra mais daquilo que ouviu se o apontar. Tirar notas desempenha um papel ativo na memorização e na análise de conceitos e ideias. Escreva com clareza e de forma legível, para não perder tempo a decifrar gatafunhos mais tarde. Se saltar linhas e deixar uma margem, irá ter espaço para complementar as suas notas mais tarde. Por último, invente o seu próprio sistema de abreviaturas para poupar tempo.

  • Trabalhe nos seus pontos fracos

Quando chega à universidade, assume-se que dominou várias competências, como fazer resumos, lidar com conceitos abstratos e organizar as suas ideias. Porém, na prática, por vezes os estudantes têm alguns problemas com algumas destas competências. No entanto, estas competências são fundamentais para os seus estudos, pelo que não hesite em dedicar-se às revisões, fazer cursos de escrita ou exercícios de gramática e conjugações (há imensos online).

  • Pergunte!

Não hesite em abordar o seu professor no final de uma palestra caso não tenha entendido um conceito, ou se desejar que lhe recomendem mais leituras sobre um ponto em particular. Lembre-se que a biblioteca da universidade é o local perfeito, não apenas para revisões, mas também para encontrar documentação.

  • Organize o seu horário

Na universidade, ao contrário do que se passa na escola secundária, os horários podem alterar-se com regularidade ao longo do ano. Aponte cuidadosamente o seu horário e, depois, atualize-o sempre que necessário. Não se esqueça de incluir também o seu tempo de revisão pessoal, todas as semanas. A sua agenda pode ser a sua melhor aliada no que diz respeito à gestão do tempo.

  • Assim que terminarem as palestras do dia, organize-se!

Assim que chegar a casa, tire as suas notas e faça folhas de rascunho a definir apenas as informações essenciais, datas, nomes e noções a recordar. Crie o seu próprio código de cores e perca-se com os marcadores. Depois, arquive os seus apontamentos todos os dias, para não se misturarem ou perderem. Aqui, novamente, um bloco de notas é a melhor forma de manter tudo junto e organizado. Porém, também pode digitalizá-los e arquivá-los na sua aplicação SCRIBZEE, só para estar mais seguro!

  • Divirta-se

Evidentemente, a maioria do seu tempo vai estar ocupada com a universidade, mas também é essencial saber quando parar. Várias vezes por semana, saia e descomprima: vá ver um filme, faça desporto, voluntariado, vá dar um passeio, etc.

 

  • Tire a pressão da revisão

Todas as noites, leia as notas do dia e, depois, novamente, antes da próxima aula. Caso tenha digitalizado as suas notas com a SCRIBZEE no seu telefone ou tablet, pode utilizar o tempo de viagem para e da universidade para as ler. Dessa forma, quando chegar a altura dos exames do semestre, uma grande parte do seu trabalho de memorização já estará feita e será poupado às diretas a estudar.

Boa sorte!